Jump to content

Bem-vindo ao ELASTIK TRIBE

Olá! Como na maioria das comunidades online, tens que criar um registo para aceder a todo o conteúdo do fórum. Caso tenhas alguma dúvida ou dificuldade em fazer login com uma conta antiga podes contactar-nos através do endereço admin@elastiktribe.org.  

Estika-te mas com juízo. :)


detsail

Elastikas
  • Content Count

    1,681
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    6

About detsail

  • Rank
    Mega Elastiko(a)
  1. Hehehe... que dramático. Acho que não era por aí...
  2. Mas tu estás à espera que a justiça, toda ela tão fraudulenta como a política, te diga que não tens de pagar algo do qual não usufruiste? Meu caro, legalmente, segundo a lei do consumidor, que já não consulto à uns anos, e que entretanto foi completamente violada pela subida de IVA a 23 % nos considerados serviços básicos, para me cobrarem uma dívida, têm de me apresentar pormenorizadamente os consumos...Já foram apresentados? Gostava de saber ao menos aquilo porque me estão a responsabilizar... tintin por tintin. Entre telenovelas e futebol, exigem um número de contrinuinte a uma criança de 3 anos, para usufruto de um qualquer serviço...dizem que é por causa das fraudes... e tu concordas, claro, no meio de tanta intriga das telenovelas e do futebol, vais às finanças para que seja atribuído um NIF a uma criança, que a partir de então, começa a contrair dívidas. E tu, continuas a responsabilizar-te pela dívida.... mas responsabiliza-te sozinho... não é herança que queiramos deixar aos nossos...
  3. Grande alarido nas denominações de privado ou público, quando a diferença entre as duas é cada vez mais ténue. Soberania popular, hehehe...a inocência...Tudo acaba sendo gerido pela mesma meia duzia de gatos gordos. A corrupção está completamente entranhada neste sistema e dificilmente haverá volta a dar. É que bancos independentes do poder político, encontras, agora, políticos independentes do poder do bancos, torna-se mais dificil. Aqui, a porca torce o rabo. O Governo, cada vez mais se desmascara como uma empresa privada luxuosamente mal gerida, porque investe dinheiro que não é seu, sem cuidado ou medos de prejuizo, e sem o aval dos seus "accionistas", digamos. Não precisam de obter lucro, porque o investimento está sempre garantido. Mesmo sem dinheiro, há sempre a promessa de dinheiro... olha que bom... ainda por cima, democraticamente eleitos... a bem ver, isto não tem lógica nenhuma... eleger alguém para gastar dinheiro em meu nome... quer dizer.... e sem retorno? Mas, spock, tu acreditas mesmo que contribuiste para o estado actual da nacção e para a suposta dívida contraída? Vindo dum gajo instruído, até parece mentira... Como é que te endividaste desta maneira? Desde sempre te conheço com o mesmo carro, compraste uma casa, possivelmente com um crédito, que pagas todos os meses...Não me digas que foi no desgaste de alcatrão das estradas portuguesas quando ainda corrias festinhas de norte a sul? Talvez durante aquela intoxicação alimentar, que tiveste de ir ao hospital ser injectado com solução salina para restabelecer o organismo. Ou então espera... fizeste um daqueles cursos profissionais bolsados pela CEE, em que estavas tipo 3 meses para receber, enquanto os juros cresciam nas contas dos gajos. Porque realmente rapaz, essa de justificar a divida de cada um com o usufruto de serviços que foram construidos com o nosso dinheiro, e que apesar de isso, continuamos a pagar para usufruir e ser no geral mal tratados, tem muito que se lhe diga. É que estes serviços, bem geridos, sem tachos, não teriam de dar lucro, apenas não poderiam dar prejuizo. Assim, seriam publicos, ou seja, geridos no interesse do público. Mas como são geridos no interesse de privados... faz-lhe as contas... Somos uns cordeirinhos e por vezes penso estar a assistir a um fenómeno de selecção natural em curso
  4. O consumismo como luxo, tolda a visão de muitos... e então acreditam que contrairam dívidas e o camandro. É uma boa altura para uma remodelação social, não assente no valor do dinheiro mas no valor real dos bens. E essa de privatizar bancos centrais para fuga à influência política é a cereja no topo do bolo!
  5. http://soundcloud.com/transfusao/crystal-clear
  6. Sindicatos, Bluesense? lololololollolololol.... Pagar outra vez para defesa dos meus interesses? Não, obrigado! Em manisfestações, dessas públicas, também não acredito... Quem acredita que um governante é pressionado pelo manifesto do povo, deve andar a sonhar... uma vez eleitos, são senhores, digo eu. O que eu vejo, já que o tal sniper não se faz à vida, são mercados paralelos a surgir em força. Se não o estão deveriam. De mim, sinto-me sem qualquer dever perante a pátria, nacção ou o mundo, ou seja: "tudo" o que poder fazer à margem e livre de impostos, farei... porque a reforma, já não me interessa, o SNS, também não... o meus direitos enquanto cidadão, foram-se.... e assim sendo, os meus deveres também! Mas se calhar, encurtaram-me o horizonte...Não devo estar a ver o "longo prazo" das cenas.
  7. Compreendo perfeitamente o ponto de vista... desconfio no entanto que não exista minério suficiênte para a conversão... Por isso, é que nos encontramos nesta alhada... a chamada ganância... ou, para putos, mais olhos que barriga!
  8. A meu ver, está tudo mal... Começou quando de um direito quiseram fazer uma obrigação: um direito conquistado por aqui, o direito ao voto, em democracia. E a partir de então, as culpas acham sempre maneira de ser direccionadas para a abstenção, esta própria um direito inerente ao direito a voto em democracia. Porque uma vez rebanho, para sempre rebanho.... é preciso é que haja pastor... e cão de guarda... E eu falo da abstenção, porque aparentemente, os responsáveis pelo governo eleito, sejam pos ou contra, são sempre os abstencionistas... nunca dos que tão alvamente foram exercer o seu direito ao voto... E eis que então, estes malvados que não se dirigiram às urnas, não só se abstêm, como ainda assobiam para o lado, quando o Governo, que não elegeram, toma medidas consideradas inconstitucionais, esta, a mesma constituição que estabeleceu o direito ao voto e à abstenção... Bom, isto de repente tomou precedentes assombrosos. De teorias de conspiração, fartei-me... nenhuma traz nada de novo... mais uma manobra de diversão... evidência-se o inalcansável, basicamente. Os Governos continuam a ser eleitos, e os grandes poderes por detrás, incógnitos e infalíveis. É muito mais fácil responsabilizar aquele qualquer, do que aqui o vizinho do lado, que apesar de não ter ido votar, até é um gajo simpático. Em resumo, sempre fui pela anarquia, mas de momento, estou pela apatia do deixai-os poisar!
  9. Mas tu, estás a favor do governo ou contra a população?? É que os teus post são tão dissociativos pá, que realmente...
  10. O Kinder troca a grelha pelo estaleiro, e nem toda a sua sapiência o ilumina para o facto, que deveria era estar a aprender a nadar, em vez de aprender a alargar o seu vocabulário. Bom, talvez aprenda a dizer: "socorro", já que os vapores de álcool não o manterão a boiar durante muito tempo.
  11. Um pouco prepotente, abrir uma votação à qual de seguida se pede para não dar demasiado importância.
  12. Sorvedouros são os que lá estão.
  13. E com efeitos retroactivos...
×
×
  • Create New...